Notícias

Hortas comunitárias reduzem a fome em comunidade na África do Sul

Saiba mais

Agroecologia e Clima

05 / 10 / 2017

Hortas comunitárias reduzem a fome em comunidade na África do Sul

Mulheres rurais estão utilizando práticas agroecológicas na África do Sul para transformar suas vidas. Elas produzem alimentos saudáveis em hortas comunitárias, melhorando a alimentação das suas famílias e de toda a comunidade. Com a venda do excedente, geram renda e movimentam a economia local.

A aldeia de Tsineng na província do Cabo do Norte, África do Sul, tem uma pequena população de 2300 pessoas, mas metade dela está desempregada. As mais impactadas são as mulheres jovens. Sem acesso a renda, sua situação de pobreza se agrava e elas não conseguem suprir necessidades básicas, como a alimentação.

Por meio do nosso projeto de hortas comunitárias em parceria com uma coalizão de organizações locais, capacitamos agricultoras familiares em práticas agroecológicas, permitindo que elas alimentem suas famílias e gerem renda com a venda do excedente da produção. Graças às hortas comunitárias, conseguimos melhorar a alimentação de 500 pessoas na comunidade.

Keolebogile tem 28 anos e é mãe solteira de duas crianças. Ela é uma das beneficiadas pelo projeto da horta comunitária. Além de melhorar a alimentação da sua família, ela ainda gera renda com a comercialização do excedente da produção. Com o dinheiro da comercialização dos alimentos que produz na horta ela consegue comprar roupas e materiais escolares para seus filhos. Após a melhoria da situação da família, Keolebogile se sentiu encorajada a voltar para a escola e agora frequenta as aulas de alfabetização para adultos à noite, oferecidas pelo nosso parceiro local.

Quando me envolvi nesse projeto ficou clara para mim a importância da educação na vida de alguém. Percebi que cometi um erro abandonando a escola alguns anos atrás. Estou motivada depois de participar de inúmeras oficinas organizadas pela ActionAid e agora estou de volta à escola. Agradeço a ActionAid pelo seu apoio. Antes de participar desse projeto, eu não sabia como preparar a terra para o plantio. Agora entendo que a nossa vida pode melhorar através da agricultura. Este projeto vai reduzir a fome na comunidade.

Trabalhamos para que as mulheres tenham autonomia e a chance de uma vida digna, livre de violência e sem pobreza. Sabemos que ao mudarmos a vida delas, mudamos a vida de todos a sua volta para melhor.

Torne-se um doador e nos ajude a transformar a vida mulheres em 45 países no mundo!

Nina Borges

Assessora de Comunicação Digital

E-mail: nina.borges@actionaid.org