Notícias

Educar meninas para transformar o mundo

Saiba mais

Mulheres e Meninas

10 / 10 / 2017

Educar meninas para transformar o mundo

São mais de um bilhão de meninas no mundo e todas merecem oportunidades iguais para um futuro melhor. Pensando nisso, o Dia Internacional da Menina deste ano traz para a discussão o impacto de emergências na vida delas com o tema ‘Empoderando meninas: antes, durante e depois das crises’.

Sabemos que as meninas e mulheres são as mais afetadas durante emergências, pois o caos as deixam ainda mais vulneráveis a situações de violência e exploração.  Além disso, em uma emergência as meninas sofrem um risco ainda maior de largarem os estudos para ajudar suas famílias ou até mesmo se casar. Por isso, em tudo o que fazemos e especialmente durante crises, elas estão no centro das nossas ações.

Infelizmente quando há algum desastre uma das primeiras coisas que acontecem é que as crianças param de estudar. Uma em cada quatro crianças que está fora da escola no mundo vive em um país afetado por alguma crise. No entanto, é comprovado que educar meninas especificamente traz enormes benefícios para todos à sua volta: as taxas de casamento infantil reduzem, as famílias são mais saudáveis, os salários e oportunidades para mulheres melhoram e as mulheres se fortalecem como líderes em espaços de poder.

Nós trabalhamos para que elas continuem aprendendo, não importa o que aconteça. Por isso, nesse Dia Internacional da Menina queremos reforçar a importância do acesso a uma educação pública de qualidade, mesmo durante crises, para que as meninas e mulheres possam quebrar o ciclo de pobreza e ter uma vida digna e sem violência.

EDUCANDO MENINAS EM TEMPOS DE CRISE

Shubarna, 13, de uniforme no barco que usa para chegar à escola

Em Bangladesh, nossos abrigos garantem que crianças continuem estudando durante o período de devastadoras enchentes nas áreas baixas.

Shubarna tem 13 anos e normalmente vai de barco para escola na vila de Faridpur, em Bangladesh. Ela quer se tornar uma médica. Mas seus sonhos estão ameaçados por conta das enchentes. Ao menos uma vez ao ano, o caminho para sua escola se torna intransitável.

Quando a tempestade chega não consigo vir para escola. Não consigo atravessar o rio neste pequeno bote.

Agora, Shubarna pode continuar estudando no nosso centro para crianças. Ela e seus amigos conseguem chegar sem perigos e continuar seus estudos com nossos tutores.

Atuamos em mais de 40 países para garantir que as crianças recebam uma educação pública de qualidade e tenham seus direitos respeitados e garantidos. Nos países onde as meninas são negadas uma educação por conta do risco de violência ou de casamento infantil, criamos clubes de meninas e comitês escolares para que elas conheçam seus direitos. Trabalhamos com a campanha por Cidades Seguras para Mulheres para demandar serviços públicos sensíveis à gênero para que meninas e mulheres possam ir e vir sem medo.

Nina Borges

Assessora de Comunicação Digital

E-mail: nina.borges@actionaid.org

OUTRAS NOTÍCIAS