Notícias

Combatendo a violência contra as mulheres e meninas em Gana

Saiba mais

Mulheres e Meninas

04 / 07 / 2017

Combatendo a violência contra as mulheres e meninas em Gana

A violência é um fato chocante na vida de uma em cada três mulheres no mundo. Ela não afeta apenas física e psicologicamente as mulheres, mas atrapalha o desenvolvimento de famílias e comunidades inteiras. Combater a violência contra as mulheres não é fácil, mas cada vez mais elas estão se manifestando por seus direitos no mundo inteiro.

Uma grande forma de violência ainda é o casamento infantil. Em todo o mundo, mais de 250 milhões de mulheres se casaram ainda meninas, antes dos 15 anos. Isso significa que elas perderam sua infância, educação, saúde e liberdade.

Doris é professora, mãe e membro da Equipe Comunitária de Combate à Violência, em Dokyikrom, Gana

Em Gana, estima-se que 1 em 4 mulheres se case antes dos 18 anos e 1 em cada 3 sofra agressão. Para previnir a violência contra as mulheres e o casamento infantil, trabalhamos com Equipes Comunitárias de Combate à Violência. Apesar de serem ameaçadas e criticadas por quebrar costumes tradicionais, as nossas equipes trabalham incansavelmente pela vida das mulheres e meninas em comunidades em Gana. Elas denunciam casos de casamento infantil à polícia e resgatam meninas que foram levadas, as devolvendo em segurança para suas famílias. Desde 2012, foram 160 meninas resgatadas. Ainda fazemos cursos com crianças, professores e pais para combater toda forma de discriminação e violência contra as mulheres.

Decidi participar do grupo da ActionAid porque tenho uma filha, Naomi, e quero que ela seja livre para estudar e escolher o seu futuro sem medo!

Lucy com sua filha, Naomi.

Manu combate a violência contra as mulheres em Gana

Há 6 anos, Manu participa de ações na sua aldeia e já viu as coisas mudarem:

Esse trabalho de conscientização é muito importante. Antes não havia respeito com as mulheres e as crianças. Muitos homens ameaçavam bater em crianças e as viúvas perdiam suas propriedades. Agora as coisas estão melhores, a violência diminuiu e as viúvas continuam em suas casas.

 

Quer apoiar o nosso trabalho de combate à violência contra as mulheres? Torne-se doador!

Nina Borges

Assessora de Comunicação Digital

E-mail: nina.borges@actionaid.org

OUTRAS NOTÍCIAS